quinta-feira, 2 de abril de 2009

Remorso

Sinto o que esperdicei na juventude;
Choro neste começo de velhice,
Mártir da hipocrisia ou da virtude.
Os beijos que não tive por tolice,
Por timidez o que sofrer não pude,
E por pudor os versos que não disse!


Olavo Bilac (1865-1918); carioca considerado o mais importante poeta parnasianista. (AA)



2 comentários:

Bruninha Leandro disse...

oi...Só de passagem. não é "desperdicei na juventude"?
bjos

Adilson de Almeida. disse...

É esperdicei mesmo.. foi feita no séc. XIX, mas é o mesmo que desperdiçar. Abraço.

Seguidores